Terça-feira, 3 de Abril de 2012

Novas (velhas) perguntas...

Há algo de profundamente errado na maneira como hoje vivemos. Durante 30 anos considerámos ser uma virtude a procura da satisfação material: de facto, essa procura constitui agora o que resta do nosso sentido de finalidade colectiva. Sabemos o preço das coisas, mas não fazemos ideia do que valem. Sobre uma decisão judicial ou um acto legislativo já não perguntamos: É bom? É justo? È correcto? Ajudará a alcançar uma sociedade ou um mundo melhor? Eram estas em geral "as perguntas políticas", ainda que não propiciassem respostas simples. Temos novamente de aprender a fazê-las.

Saudações.
publicado por polideias às 19:09
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De:

Data:
10 de Janeiro de 2013 às 11:51


De:

Data:
10 de Janeiro de 2013 às 12:38


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. As certezas incertas

. TAP privatizada ou assim-...

. Os pormenores (estúpidos)...

. A evolução que não atrope...

. Uma posição responsável

. O filtro necessário

. Como o "Harlem" agitou ("...

. O Estado Regulador/ O Est...

. PS e a Esquerda

. Portugal e o FMI

.arquivos

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

.subscrever feeds