Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2013

Portugal e o FMI

Há uma coisa que tem de ser dita às pessoas, pela vasta panóplia de ilustres (e em posição mediática privilegiada) comentadores, comentaristas e demais analistas que se multiplicam pelos vários canais de televisão informativos, que é a seguinte:


O FMI está apenas e só preocupado em receber o dinheiro que emprestou mais os juros associados. E na prossecução desse fim, os meios nada importam.


Não quer saber se há 20% de pobres em Portugal, da qualidade do ensino, se os velhinhos lá da aldeia têm posto médico ou Junta de Freguesia, se os reformados que descontaram toda a vida continuam a pagar um imposto sobre o rendimento do trabalho...Eles preocupam-se com o dinheiro e apresentam medidas que tragam mais dinheiro num curto espaço de tempo.


Cabe ao Presidente da República, ao Parlamento e ao Governo preocuparem-se sim com os portugueses e o país.


publicado por polideias às 02:18
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De:

Data:
10 de Janeiro de 2013 às 11:46


De:

Data:
10 de Janeiro de 2013 às 12:36


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. As certezas incertas

. TAP privatizada ou assim-...

. Os pormenores (estúpidos)...

. A evolução que não atrope...

. Uma posição responsável

. O filtro necessário

. Como o "Harlem" agitou ("...

. O Estado Regulador/ O Est...

. PS e a Esquerda

. Portugal e o FMI

.arquivos

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

.subscrever feeds