Segunda-feira, 8 de Março de 2010

E.U.A e liberdades individuais

Boa tarde a todos. Aqui fica uma nova publicação, desta vez mais pequena que a anterior mas, no entanto, grande em conselhos para os nossos queridos governantes.

 

Barack Obama renovou, por um ano, três disposições polémicas do "Patriot Act", a lei que restringe as liberdades civis nos EUA. Apesar das criticas de grupos liberais e democratas, a Administração vai continuar a fazer escutas indiscriminadas, a apropriar-se de registos de registos de cidadãos, sem o seu conhecimento e a vigiar suspeitos, mesmo sem indicios fortes de associação criminosa. Para convencer o Presidente dos EUA, os especialistas alegaram que, desde o 11 de Setembro, o Patriot Act ajudou a abortar 28 tentativas de ataque ao país Norte Americano.

 

Pode parecer um pouco contraditório que na Democracia mais sólida e estabilizada do mundo se estejam a restringir liberdades individuais, invadindo até o que diz respeito à vida privada dos cidadãos, mas, sempre ouvi dizer (e subscrevo integralmente) que a MÁXIMA LIBERDADE EXIGE a MÁXIMA RESPONSABILIDADE. Quando alguns individuos só têm em conta a primeira parte da premissa e descuram a segunda, os estados têm que agir para zelar pela vida da maioria da população e dos interesses nacionais. Além disso, quem não deve não teme.  

 

Numa altura em que se discute tão exaustivamente casos de escutas, de violações de segredos de justiça e de asfixia democrática, faço um apelo para que esta democracia, que de madura e adulta tem muito pouco, retenha e apreenda os ensinamentos de uma cujas "barbas já tocam no chão".

 

Cumprimentos.

 

publicado por polideias às 16:44
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De anonimo a 18 de Junho de 2011 às 13:10
Este texto é digno de um grande palerma, aconselho te a ler o livro "1984"...


De polideias a 18 de Junho de 2011 às 18:11
LOL Cretino, podias começar por te apresentar. Sempre Estimando.


De anonimo a 29 de Junho de 2011 às 19:45
Podes considerar-me um amigo, lol. Gosto da tua escrita, mas ás vezes não concordo com o que escreves. Fazes bem em defender a democracia, também sou um democrata. Considero errado que se confie cegamente nos governos, prinicipalmente quando a democracia que vigora em muitos paises é uma falsa democracia, onde os interesses privados são postos em primeiro lugar relativamente aos publicos. Devias ler o livro que te indiquei, tentar fazer um paralelismo com a sociedade actual, sacudir um pouco essa lavagem cerebral ocidental. Se não der olha... És um caso perdido, ao menos tentei. Grande Abraço e continua a escrever...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. As certezas incertas

. TAP privatizada ou assim-...

. Os pormenores (estúpidos)...

. A evolução que não atrope...

. Uma posição responsável

. O filtro necessário

. Como o "Harlem" agitou ("...

. O Estado Regulador/ O Est...

. PS e a Esquerda

. Portugal e o FMI

.arquivos

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

.subscrever feeds